Se você tem essa dúvida sobre o que é o DNSSEC e DMARC, e quais são as funcionalidade dessas ferramentas, estarei o(a) explicando passo a passo sobre o que é, e como funciona o DNSSEC para uma hospedagem de site. 

Atualmente existe alguns domínios que necessitam do uso obrigatório dessa ferramenta para transitar informações na internet, somente as extensões de domínio, B.BR, DEF.BR, JUS.BR, LEG.BR e o MP.BR, é por padrão obrigatório o uso do DNSSEC, ficando assim a utilização do DNSSEC como opcional para outras extensões de domínio nacional e internacional.

Continue lendo o artigo abaixo para saber o que é o DNSSEC e DMARC, e quão é a importância dessas ferramentas.

O que é o DNSSEC ?

DNSSEC é um padrão internacional que estende a tecnologia DNS.
DNSSEC adiciona um sistema de resolução de nomes mais seguro, reduzindo o risco de manipulação de dados e informações, pois garante autenticidade e integridade ao sistema DNS. O mecanismo utilizado pelo DNSSEC é baseado na tecnologia de criptografia de chaves públicas.

Facilitando assim o monitoramento das atividades que ocorrem ao seu site e o filtro de informações.

Qual a importância do DNSSEC e por que utiliza-lo ?

O DNSSEC soluciona alguns problemas encontrados na atual tecnologia de DNS. Falsas informações de DNS criam oportunidades para roubo de informações de terceiros ou alteração de dados em diversos tipos de transações como, por exemplo, compras eletrônicas. No protocolo DNS, um ataque onde a informação é corrompida é extremamente difícil de ser detectado e, na prática, impossível de ser prevenido. O objetivo da extensão DNSSEC é assegurar o conteúdo do DNS e impedir estes ataques validando os dados e garantindo a origem das informações.

Todos que tem o domínio com final .BR podem utilizar o DNSSEC, caso você ainda não tenha um registro .com.br clique aqui para consultar nossas variedades.

E O que é o DMARC ?

O DMARC é um conjunto de regras que permitem que os emissores e receptores coordenem seus esforços na detecção e tratamento de e-mails fraudulentos, os remetentes publicam uma política que desejam que os receptores sigam e enviem relatórios aos remetentes sobre a quantidade de e-mails falsos ou fraudulentos que detectaram e rejeitaram.

Um destinatário usando DMARC irá verificar tanto SPF e DKIM para determinar quem é o remetente do e-mail e, em seguida, aplicar a política definida para esse domínio, a política irá definir de onde vem o e-mail, quais assinaturas eletrônicas estão configuradas, quem deve ser notificado quando o e-mail não corresponde e o que fazer com que o e-mail (descartá-lo ou entregá-lo normalmente).

Se não houver políticas para esse domínio, então o provedor é livre para agir com base em qualquer política que preferir.

Por que os provedores de e-mail profissional estão usando DMARC?

Quase todos os grandes provedores de e-mail (Yahoo!, Gmail, Hotmail, AOL, etc) estão usando DMARC para melhorar a qualidade das caixas de entrada de seus usuários, inclusive aqui na deltaservers.com.br, os e-mails corporativos que disponibilizamos também utilizam essa tecnologia já configurada na raiz do servidor de e-mail.

Eles podem facilmente distinguir um e-mail que é enviado pelo PayPal, por exemplo, do que alguém tentando se passar por PayPal, não é difícil entender a vantagem de se ter garantia de que o e-mail de uma instituição financeira seja realmente deles.

Uma nova tendência entre os maiores provedores de e-mail é publicar uma política DMARC limitando o uso de endereços de e-mail que eles fornecem. Até agora, Yahoo e deltaservers.com.br já o fizeram e há indícios de que o Gmail também fará.



Sábado, Outubro 19, 2019





« Voltar

Powered by WHMCompleteSolution